Escrita ao som de "The Allman Brothers Band - Maybe We Can Go Back To Yesterday"

Vou usar esse post para contar um pouco sobre mim e minha experiência como desenvolvedor web e que talvez você ache interessante (ou não).

O início (mas nem tanto no início)

Vamos avançar aquela parte "Nasci na cidade tal, fui criado..." e vamos pular para 2006, quando entrei na Universidade Federal de Ouro Preto para estudar Ciência da Computação. Era um ótimo curso, muito bem conceituado nos "guias do estudante", e a UFOP também muito bem prestigiada. Apesar de feliz por ter passado no vestibular e morar numa cidade que é patrimônio cultural da humanidade, sabia que ia passar muitos apertos, porque eu nunca tinha feito nenhum curso básico de informática nem tive computador antes em casa. Chega a ser meio absurdo: fazer computação sem praticamente nem conhecer um computador...

Em Ouro Preto, é muito comum as repúblicas terem seus próprios sites, tanto para divulgação da casa para os novatos da universidade quanto para interação entre moradores, ex-alunos e amigos (tá certo que hoje isso foi substituído pelo WhatsApp e similares, mas na época era o melhor canal de comunicação que a gente tinha). A minha república não era diferente. Na época, um dos moradores (hoje ex-aluno) fez, além do nosso, os sites de outras repúblicas. Quando ele estava se formando, passou para mim a responsabilidade de ser o administrador. Essa era a minha primeira experiência com administração e manutenção de sites.

Resolvi participar de um curso de desenvolvimento web durante um workshop da universidade. Pronto: já tinha a parte teórica, faltava colocar em prática. Para isso, resolvi refazer o site da república, mudar o seu visual e adicionar novas funcionalidades. O resultado foi muito elogiado, e eu também gostei muito. Com isso já podia oferecer esse serviço e levantar uma grana (sabe como é estudante né, sempre sem dinheiro).

Formei, e agora?

No final de 2012, finalmente me formei. Depois da formatura veio a dúvida: e agora, o que eu faço da vida? Durante um tempo procurando emprego, continuei fazendo alguns sites para repúblicas, amigos e até desconhecidos para os quais fui indicado. Como plano B para arrumar emprego, resolvi estudar para concursos. E logo no primeiro, passei!

Fui para o Rio de Janeiro trabalhar no IBGE em 2014. Por ser uma vaga temporária de trabalho e aberta para qualquer curso superior, acabei dando sorte de cair em uma área de serviços online. Lá tive a oportunidade de aprender muito sobre desenvolvimento, graças aos desafios das demandas e principalmente aos colegas. Em 2017 encerrou-se o contrato com o IBGE, e eu trouxe de lá na bagagem toda a experiência adquirida em 3 anos.

Foi então que resolvi colocar em prática um velho projeto: ter meu próprio site (até porque onde já se viu um web designer não ter um?). Esse projeto havia sido "esquecido" várias vezes, mas dessa vez ele veio pra ficar.

E a história? Já acabou?

Por ora sim, pois ela pára justamente no momento em que esse post é escrito, dividindo meu tempo entre web design, estudos e buscando aprender mais sobre design gráfico e desenvolvimento web.

Daqui uns tempos escrevo o post "Uma pequena história... Parte II".